PM é achado morto com tiro na cabeça dentro de matagal em SP

José Roberto de Oliveira, de 40 anos, trabalhava há quase 20 na corporação, em Registro, no interior paulista. Laudo pericial é aguardado para os próximos dias.

Cabo Oliveira trabalhava na 2ªCia da Polícia Militar Ambiental, em Registro, SP — Foto: G1 SantosCabo Oliveira trabalhava na 2ªCia da Polícia Militar Ambiental, em Registro, SP — Foto: G1 Santos

Um policial militar ambiental foi encontrado morto com um tiro na cabeça em uma área de mata, próximo a uma rodovia estadual, em Registro, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo. A vítima foi identificada como José Roberto de Oliveira, de 40 anos.

Segundo informações apuradas, e confirmadas pela polícia nesta quinta-feira (4), o agente trabalhava há quase 20 anos na corporação e estava lotado na 2ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Militar Ambiental. Ele estava de folga no dia da morte, e não fazia nenhuma diligência.

Por meio de nota, o comando da PM na região informou que o corpo do cabo Oliveira, como era chamado, foi encontrado nas imediações de uma estrada sem nome, na altura do acesso à rodovia SP-139, no bairro Vila Ponce, em Registro.

O motivo da morte ainda não está esclarecido e segue em apuração pela Polícia Civil na cidade, com apoio da equipe da Corregedoria da PM. A arma do policial e outros pertences foram encaminhados para análise do Instituto de Criminalística. Apuramos ainda, que o laudo pericial é aguardado para os próximos dias.

A PM lamentou o ocorrido, e disse que o cabo Oliveira era um “ótimo profissional”. Além disso, afirmou que a corporação está prestando apoio no esclarecimento do caso e também à família do policial. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Registro.

Fonte: G1